Praia do Pinho - Tudo azul, todo mundo nu

Tudo azul, todo mundo nu

Sombra, água fresca e nada mais. É assim que os visitantes da Praia do Pinho passam os dias em Balneário Camboriú. O lugar é paradisíaco, um pedaço do oceano Atlântico cercado por um recanto verde de Mata Atlântica. Na faixa de areia as pessoas descansam e se divertem, usando nada mais do que a luz do sol e maresia para cobrir o corpo.

O lugar faz parte do conjunto de praias agrestes, que ficam na Rodovia de Acesso às Praias da cidade. A Praia do Pinho é reconhecida oficialmente, desde os anos 80, como a primeira do país a ser frequentada por nudistas ou naturistas. São famílias, casais, senhores, e turistas de várias partes do mundo, como Europa, Estados Unidos e países da América Latina, que chegam em busca de mais contato com a natureza e um ambiente preservado.

De acordo com o administrador do complexo turístico da praia, Anilton da Silva Bitencourt, conhecido também como Niltinho, a média de visitantes chega a mil pessoas por dia. “Esta é uma média que fazemos, mas nos finais de semana e feriados sempre tem mais gente. É muito importante lembrar que ninguém é obrigado é ficar nu, isso não é uma imposição. Nós só pedimos a colaboração das pessoas para que se adaptem a esta prática, que já é realizada há muitos anos na praia”.

Niltinho ainda conta que as pessoas que frequentam a praia do Pinho são divididos em três públicos: os hóspedes, que ficam em pousadas ou campings, os frequentadores da praia em si, e os visitantes que chegam para conhecer, e podem ficar em uma área de adaptação. “Existe um espaço para as pessoas que ainda estão se acostumando a ficar sem roupa. Mas já tivemos situações em que alguns visitantes estavam na praia e não quiseram ficar nus. Nós conversamos e pedimos a cooperação, e as pessoas acabam entendendo. Até porque, acabam se sentindo mal em ficar vestidos, quando 99% das pessoas está sem roupas”.

Ainda de acordo com Niltinho, o principal objetivo da praia naturista é tornar todos iguais, em busca de uma convivência igualitária. “Os naturistas que frequentam a praia acreditam que o ato de tirar a roupa significa, também, se despir de todas as cobranças e pesos da sociedade. Assim, todos nus, ficam todos iguais, na mesma situação” explica.

 

O Naturismo

A prática do Naturismo é definida, de acordo com a Federação Internacional (INF) como “um modo de vida em harmonia com a natureza, caracterizado pela prática do nudismo em grupo, que tem por intenção favorecer o auto-respeito, o respeito pelo outro e o cuidado com o meio ambiente”.

Ainda de acordo com a Federação, o Naturismo é muito mais abrangente do que o simples fato de praticar o nudismo. Esta prática faz com que cada pessoa viva da forma mais natural e espontânea possível, sem as características padronizadas que movem a maioria da sociedade. O naturismo não prega modismos, hábitos ou ideologias, apenas o direito a liberdade de expressão e pensamento dos seus praticantes.

Jornal Boca - Edição 128

Joana Gall

http://www.portalmenina.com/boca-mais/tudo-azul-todo-mundo-nu/9228

A Praia Infraestrutura Naturismo Contato





Avenida Rodesindo Pavan, 5795 - Balneário Camboriú - SC - Brasil CEP: 88334-000 - (47) 3169 1164 - (47) 9282 3136